domingo, 5 de agosto de 2018

No teu silêncio

Silenciosa noite
e nada
apenas o vento
que sopra
os seus cabelos
E pela luz
o reflexo do tempo
que inunda
teu lindo olhar
E assim silêncio
no suave suspiro
e na boca,
toda ansiedade
do beijo
que desnuda…
O orvalho desliza
nas pétalas
de lindas flores
sem ter pressa
E a noite se completa
nos teus sonhos
e se perdem,
nos seus lábios
todos os segredos…
Maurice Nonato