terça-feira, 15 de maio de 2018

Quimera

Queria ser firmamento, 
leito do teu pensamento, 
no final de mais um dia.
Queria fazer-te sonhar,
ser o brilho do teu olhar,
quando a lua o alumia.

Queria que ao acordar, 
quisesses sempre ficar, 
resistindo ao cansaço. 
Queria-te apenas amar,
que me deixasses ficar,
inerte no teu abraço.
Raquel Botellero