quinta-feira, 24 de maio de 2018

Lembranças

Lembra da ultima vez?
Já faz um tempo, não é?
Hoje atravessei uma tempestade de lembranças
Dos encontros marcados
Das nossas vidas
Do mais perfeito sonho de amor
Lembranças que alimentam nossos corações
Lembranças que afagam a alma

Fecho os olhos e lembro
Do mar dos teus olhos e do teu olhar 
Dos arrepios do corpo ao te tocar
Da alma saciada ao encontrar a sua
O querer ser sol e ser lua
E te guardar junto às estrelas
Momentos especiais e Inesquecíveis

Lembrar de você é quebrar regras
Sobrepor o coração a razão
É sentir seu rosto tatuado sob a pele
É tentar e tentar de novo
Sem perder a esperança
É sentir sua chama ardendo dentro do meu peito
É o calor que alimenta minha existência
É ser minha vida

Lembrar de você é viver
Um amor inocente
Onde um coração pulsa ao sentir o outro
É a lágrima descontrolada
Que umedece a face que faz a 
Saudade rebelde fazer doer

Lembranças que faz o coração enfraquecer
E faz cada vez mais lembrar
O quanto amo você
Fernando Fêh