terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

UM ESTRANHO SILÊNCIO

“Impossível esquecer sentimentos...
Que loucamente...
Me confundem...
E levam o ar...
Que em mim mora... 
Há um estranho...
Silêncio entre...
O desejo e o pensamento...
É sentir sem tocar...
São momentos...
De ilusão...
Sem pressa...
Que me levam...
A imaginação...
Até  á tua pele...
E perdi-me...
Numa visão...
Feita do teu cheiro...
Feita de ti...
Afundei o rosto...
No sabor de todos...
Os pecados...
E silenciosamente...
Murmurei palavras vazias...
Eu sei!
Afinal era apenas...
A sombra do teu corpo...
Que me escutava...!”
Autora: Paula G. Ferreira 
© COPYRIGHT BY "RECANTO DA POESIA"
Todos os Direitos Reservados
conforme artigo (Lei 9610/98)
Cópias e publicações permitidas, 
desde que acompanhadas 
dos créditos ao autor