terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

Alegria Festiva

Festejo na simplicidade,
Onde o sorriso se encontra,
A alegria vence seu algoz, e
Harrmónica paz n'alma!

Belo semblante estampado,
Em singela expressão na face,
A mágica arte encena
O coração pulsar ritmado.

Tamborim, acordeão e triângulo,
Sob Luiz Gonzaga embalada,
Segue o bailar do forró.
Enraizado na alma cultural.

Forrozeiros na pista de dança 
Nas mesas, as vozes em coro 
Acompanham o estrelar
A ritmada banda no palco.

Em manhãs como em noites
Famílias, amigos e casais 
Em festejo celebrar a nostalgia 
Eternizando, na mente, festas.
Autor: Wendel Jacinto
© COPYRIGHT BY "RECANTO DA POESIA"
Todos os Direitos Reservados
conforme artigo (Lei 9610/98)
Cópias e publicações permitidas, 
desde que acompanhadas 
dos créditos ao autor